CTA-01-3

whatsapp

 

Seja um motor para o último carro elétrico, um sistema de navegação usado em dispositivos GPS ou uma estrutura de turbinas eólicas para produção eficiente de energia, um engenheiro elétrico está envolvido no projeto e fabricação. 

Veja a seguir o que o você aprende na graduação de Engenharia Elétrica do Grupo Unis, como anda a perspectiva do mercado e qual o perfil deste profissional, entre outros fatores a considerar antes de entrar na faculdade.

Engenharia Elétrica: o que é?

A Engenharia Elétrica leva em conta os princípios e práticas da Engenharia tradicional aliadas à tecnologia, para desenvolver e projetar equipamentos elétricos. Isso inclui programas usados em carros e aeronaves, geradores de energia, sistemas de comunicação, motores e sistemas de radar e navegação. Os profissionais envolvidos também supervisionam a fabricação destes equipamentos e realizam testes para garantir que estejam funcionando adequadamente.

O que faz um bacharel em Engenharia Elétrica?

A maioria dos engenheiros elétricos trabalha nas seguintes indústrias: serviços de engenharia; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; fabricação de semicondutores e outros componentes eletrônicos; e fabricação de instrumentos de navegação, medição, eletromedicina e controle.

O Engenheiro Eletricista coordena e supervisiona equipes de trabalho, realiza estudos de viabilidade técnico-econômica, executa e fiscaliza obras e serviços técnicos; e efetua vistorias, perícias e avaliações, emitindo laudos e pareceres. Em suas atividades, considera a ética, a segurança, a legislação e os impactos ambientais.

Os Engenheiros Eletricistas geralmente trabalham em um escritório, mas também podem precisar visitar diferentes setores da indústria onde atuam, e serem responsáveis por investigar problemas, coletar informações e encontrar soluções para determinados assuntos característicos da área.

Por que fazer uma graduação em Engenharia Elétrica?

A energia elétrica e os sistemas de energia estão no coração da sociedade moderna. Os engenheiros especializados nesses campos transformaram o século XX com tecnologias, para citar apenas alguns exemplos, foram responsáveis pela criação dos sistemas universais de energia elétrica, televisão, rádio e imagens médicas.

Os engenheiros elétricos devem obter pelo menos um diploma de bacharel, onde aprendem não apenas a teoria elétrica, mas também como usar equipamentos de Engenharia e analisar esquemas elétricos que encontrarão no campo. Além disso, eles estudam os diferentes aplicativos para os graus de Engenharia Elétrica, incluindo como armazenar energia, fazer os computadores rodarem e estabelecer e manter redes de comunicação funcionais.

Entre os mais famosos engenheiros elétricos e eletrônicos que você pode ter ouvido falar estão Nikola Tesla (pioneiro da eletricidade comercial e eletromagnetismo), Thomas Edison (desenvolvedor da lâmpada e inventor do toca-discos), Jack Kilby (inventor da calculadora de bolso e do circuito integrado), Marcian Hoff (inventor do microprocessador) e Martin Cooper (inventor do telefone celular).

Este trabalho geralmente requer a capacidade de realizar as seguintes tarefas:

  • desenvolver ou melhorar produtos usando energia elétrica;
  • auxiliar no desenvolvimento de padrões e especificações de fabricação, construção e instalação para produtos elétricos;
  • avaliar produtos, componentes e aplicativos elétricos para garantir que eles atendam a padrões e códigos específicos;
  • realizar testes de desempenho, confiabilidade e conformidade;
  • auxiliar na resolução de problemas de equipamentos e processos.

CTA-01

O que se aprende na faculdade de Engenharia Elétrica?

O curso de Engenharia Elétrica fornecerá aos alunos o conhecimento de como a indústria funciona, além de desenvolver as habilidades da Engenharia e os conhecimentos tecnológicos necessários para projetar, avaliar e aprimorar sistemas elétricos e eletrônicos.

Se optar por essa profissão você poderá:

  • projetar máquinas elétricas, equipamentos elétricos e eletrônicos, instalações elétricas;
  • orientar a fabricação de produtos elétricos nas indústrias;
  • colaborar na manutenção e na avaliação de equipamentos utilizados nas indústrias;
  • cuidar do planejamento e da implementação de processos de automação industrial, executando tarefas que vão desde a criação de peças de um equipamento simples, até a elaboração e o desenvolvimento de uma complexa estrutura para automatizar a produção de uma fábrica;
  • planejar, projetar, executar e implementar equipamentos eletrônicos.

Como é o mercado de trabalho em Engenharia Elétrica?

Olhando para o futuro, os engenheiros elétricos podem encontrar um trabalho recompensador nos campos de energia renovável, tecnologia biomédica e/ou desenvolvimento de dispositivos pessoais. 

Com uma ênfase cada vez maior em soluções de energia sustentáveis, econômicas e ambientalmente eficientes, como energia solar e eólica, os trabalhos de Engenharia Elétrica são abundantes em áreas de segurança em diversos sistemas de energia. Contribui também para o desenvolvimento de mecanismos de imagens médicas e instrumentação, dispositivos de comunicação sem fio e produtos de consumo.

A faixa salarial do engenheiro elétrico, segundo o portal especializado salario.com.br, é de R$ 8.483,00 e o teto salarial é de R$ 12.678,08, levando em conta profissionais contratados com carteira assinada em regime CLT a nível nacional.

Por que estudar Engenharia Elétrica no Unis?

O curso de Engenharia Elétrica do Grupo Unis está focado em formar profissionais, aptos a atuarem em empresas de energia elétrica e telecomunicações, escritórios de projetos e consultoria, firmas de montagem e manutenção de instalações elétricas e de telecomunicações, indústrias diversas e empresas comerciais de pequeno e grande porte, manutenção de equipamentos e componentes eletroeletrônicos, hospitais, empresas de radiodifusão, informática, etc.

A instituição conta com uma estrutura de laboratórios próprios - física, solos e materiais da construção civil, maquetes e informática - para que as experiências teóricas da sala de aula sejam colocadas em prática durante o período da graduação. Isso acontece em ambientes monitorados por professores que acompanham e orientam os alunos durante este processo. 

Qual é o perfil do profissional de Engenharia Elétrica?

Os engenheiros elétricos costumam usar software e equipamentos de engenharia e design para a execução do seu trabalho. Além de fazerem parte de equipes multifuncionais em grandes projetos. Por isso, é essencial que contem com habilidades pessoais, como:

  •  Comunicação: Para comunicar ideias a colegas e clientes, você precisa de excelentes habilidades de fala e escrita. Habilidades auditivas superiores lhe permitirão entender as necessidades dos clientes e receber feedback deles e de colegas de trabalho;
  •  Resolução de problemas: Você deve ser capaz de identificar problemas e encontrar possíveis soluções. Então, deve desenvolver e usar suas habilidades de pensamento crítico para avaliar as alternativas mais viáveis para a resolução de determinadas situações;
  •  Aprendizado ativo: Como engenheiro elétrico, você precisa adquirir novas informações e incorporá-las ao seu trabalho constantemente, pois inúmeras tecnologias surgem a todo o momento no mercado e precisará acompanhá-las;
  •  Análise: Você terá que ser capaz de avaliar o seu próprio desempenho e o dos outros, assim como o de produtos, componentes e aplicativos elétricos, e fazer melhorias conforme necessário.

 

info cursos_artboard copy
info cursos_artboard copy 2
info cursos_artboard copy 4
info cursos_artboard copy 5
info cursos_artboard copy 6
info cursos_artboard copy 7
info cursos_artboard copy 10
cta-ead_artboard copy 9

Ainda tem
dúvidas?

Preencha o formulário que logo entraremos
em contato para tirarmos todas as suas dúvidas.

https://docs.google.com/presentation/d/1YCiUTMNNQaGiX1NL7-q4F8PrV7_hm3l9ULlaSs5xLe0/edit?ts=5de94118#slide=id.g63ea2749ad_0_8